Tartaruga com mordida mais forte do mundo encontrada em São Paulo novamente

Tartaruga Mordedora

Com uma mordida extremamente forte a tartaruga mordedora é uma das espécimes que anda aparecendo no Estado de São Paulo. Apesar de ser apenas a segunda vez que ela veio a público, já se abre um alerta com relação a ela.

Pois bem, apesar de ser um animal não muito grande ela possui uma característica muito importante que dá nome à espécie. Ela possui uma mordida mais forte que a de um leão! Pois é, apesar de bem pequena sua mordida pode chegar a apresentar uma pressão aproximada de 600 kg. Para se ter uma ideia, a mordida de um leão chega a um valor aproximado de 400 kg.

Esse exemplar acabou aparecendo na última semana, um mês antes da aparição de outro exemplar no Estado, que aconteceu no dia 26 de agosto.

Agora, passando mais uma vez por um processo de resgate, a polícia ambiental recebeu um contato de um homem que espontaneamente fez a entrega do bicho, isso aconteceu na quarta feira (dia 22 de setembro). O animal foi encontrado, porém, antes disso ele vivia em cativeiro em uma chácara na zona sul do município.

Segundo informações do responsável, ele não possuía a informação sobre a espécie da tartaruga, tendo recebido ela de um colega seu que já havia falecido, cerca de 10 anos atrás. A grande questão para a polícia ambiental é descobrir se tudo isso era verdade ou se há outros “presentes” que mereçam uma atenção especial também.

Toda essa questão deve ser tratada já que essa espécie não pode viver em cativeiro, a não ser caso o comprador compre com um vendedor legalizado e cuide muito bem dela. Além disso, a espécie silvestre é encontrada em locais do Equador até a América do Norte.

Geralmente seu tempo de vida é aproximadamente 30 anos e, apesar de sua mordida extremamente forte, ela se alimenta apenas de insetos, plantas ou serpentes, não significando um perigo para humanos, apesar de não ser recomendável ficar próximo dela.

A tartaruga foi criada em cativeiro desde que era filhote e segundo informações da pessoa que a criava ele sempre apresentou um comportamento agressivo. Segundo as próprias palavras dele, a entrega foi ainda mais motivada por conta da repercussão que houve com relação a outra tartaruga mordedora, em uma propriedade que se encontrava a 6 km da sua.

Como estava desconfiado acabou ligando para a polícia ambiental e o que ele acreditava estava certo, ao final.

Como aconteceu uma entrega voluntária, não será necessário um processo contra ele. Nesses casos, caso seja descoberta a compra ilegal do animal, será necessário cumprior uma pena de 6 meses até 1 ano de detenção, considerando que haverá multa também! O valor de uma multa por conta desse acontecimento pode chegar até mesmo a 7 mil reais.

No final, tudo se resolveu e a tartaruga foi levada para a Cidade da Criança de Presidente Prudente onde é possível lidar melhor com esse acontecimento. Como foi algo muito rápido ainda se desconfia que exista outras tartarugas mordedoras em São Paulo.

Veja as imagens!

Tartaruga Mordedora
Tartaruga Mordedora encontra em São Paulo
Tartaruga Mordedora
Tartaruga Mordedora