Mulher com ossos de vidro realiza o sonho de ter um filho. Confira o caso!

Trisha Taylor, desde criança, nunca deixou ninguém permitir ou proibir que ela fizesse nada. Esta é uma característica muito marcante sobre ela. No entanto, Trisha também teve que lidar com um grande problema. Ela nasceu com osteogênese imperfeita, comumente conhecida como doença do osso fraco ou doença do osso de vidro. A jovem tem apenas 60 cm de altura e mora em Idaho, mais precisamente em Boise.

A doença é realmente rara e tem origem genética. É caracterizada pela fragilidade dos ossos, que sofrem fraturas de forma muito comum, e até mesmo nas atividades básicas do dia a dia, como caminhar, por exemplo. Em algumas situações a fratura pode ocorrer mesmo sem causa.

mulher de ossos de vidro

Para se ter uma ideia da situação, logo após o parto, foi feito um raio-X para saber exatamente como estava o corpo de Trisha e, acredite, durante a gravidez seus ossos foram quebrados cerca de 150 vezes.

E este não é um cenário novo para a jovem. Desde criança, ela sofre com esses eventos com enorme freqüência. Toda a sua infância foi marcada por fraturas. E pior ainda, toda vez que a jovem não estava estudando, ela usava algum aparelho de oxigênio para respirar melhor.

Vale lembrar também que ela usa cadeira de rodas desde os 2 anos de idade, pois ficou mais evidente que ela realmente precisava de algo assim, pois seus ossos não suportavam o peso de seu corpo. Até a cadeira pode ser um problema nesses casos, mas Trisha não pensa em desistir de seus sonhos.

mulher de ossos de vidro

Em relatório ela afirma que seus pulmões não conseguiam fazer o processo de inspirar e expirar corretamente, ou seja, por conta própria e, nesses casos, contrair uma doença pode ser fatal! Uma tosse ou espirro podem quebrar o osso. Mesmo deitado de forma errada pode causar ferimentos.

No entanto, aos 12 anos, Trisha recebeu boas notícias. A comunidade científica havia providenciado um tratamento para que ela pudesse pelo menos andar em frente, fortalecendo os ossos. Com isso ela ganhou uma certa autonomia.

Para conseguir levantar já demorou cerca de 6 meses. Porém, em suas próprias palavras, foi uma das sensações mais incríveis de sua vida.

mulher de ossos de vidro

No ano seguinte, ainda melhorando, Trisha também conseguiu se levantar da cama, ir ao banheiro e cuidar mais diretamente de sua cadeira elétrica, sozinha, claro. Aos 17 anos, ela já era bastante independente, a ponto de poder ir sozinha para a universidade, onde também conheceu Michael, seu futuro marido.

Isso construiu uma história de amor e, apesar dos avisos para não ter um filho, Trisha estava determinada a fazê-lo. Com toda essa emoção e força, a jovem conseguiu ter seu filho. Maven nasceu bem, não há sinais de problemas em relação à doença de Trisha. Com certeza uma ótima notícia para toda família e até mesmo para a equipe médica!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.